alphacorr.png
imageimageimageimageimage
Dicas para fazer um folder bacana

1. Defina o que precisa ser comunicado

O que precisa ser comunicado através do folder? Esta é a primeira pergunta que deve ser feita antes de iniciarmos o desenvolvimento de qualquer material. É muito comum vermos folders e flyers repletos de recursos gráficos, extremamente elaborados, que não conseguem atingir o mais elementar da comunicação: passar a mensagem de forma clara.

Para simplificar o processo de criação de folders e organizar as ideias a melhor dica é elaborar uma listagem com tópicos de tudo o que precisa ser transmitido. Destaque todos os pontos fortes da empresa e diferenciais de produtos e serviços. Além de usá-los como texto corrido, os mesmos podem ser colocados em caixas destaque no folder compondo a diagramação. A capa é reservada para uma frase de efeito ou chamada. É o convite para que o público-alvo seja atraído e inicie a leitura.

Escreva e revise todo o texto do folder antes de seguir para a próxima etapa. Assim, evitam-se retrabalhos desnecessários.

2. Escolha o formato

O formato do folder depende muito do volume de texto que será utilizado. Se a empresa quiser apresentar vários serviços, colocar descritivos sobre a equipe, as parcerias e clientes atendidos, pode ser necessário trabalhar com mais lâminas presas com grampos em um formato de "caderno".

O ideal é imaginar o conteúdo do folder dividido por abas e tentar não fazer o conteúdo ficar "quebrado" entre as lâminas. As estruturas mais comuns tem:

- 2 dobras e 6 abas:

- 1 dobra e 4 abas:

3. Prepare o arquivo pensando na impressão

- Padrão de cor CMYK (pantones para aplicações especiais ou quando o cliente quiser "aquela" cor específica);

- Desenhe o formato "aberto" escolhido para o folder. As dobras devem ser marcadas com linhas tracejadas e as marcas de corte com linhas sólidas. O arquivo deve ter uma sangra (ou sobra) de, no mínimo 3mm - o padrão utilizado é de 5mm. Nestas linhas é possível usar o preto (C 100%, M 100%, Y 100% e 100%).

- Considere uma margem de segurança interna com 3 mm também.

- Preto "calçado": use a combinação de K 100% e C 30% em áreas com grandes coberturas de preto. Não use o preto calçado em fontes de texto corrido, pois qualquer diferença de registro aparecerá.

4. Divida o conteúdo

Procure dividir o conteúdo do folder de acordo com as abas. Preferencialmente não deixe uma caixa de texto de conteúdo de uma aba correr continuamente para outra face. Em um folder padrão com 2 dobras, 6 abas, a divisão padrão mais fácil seria:

1 - Capa

2 - Apresentação da empresa

3 - Produtos / Serviços

4 - Produtos / Serviços

5 - Clientes / Parceiros

6 - Contatos / Certificações

5. Layout e Diagramação

Defina uma padrão para a arte. Preferencialmente algo que siga o que foi estabelecido para a capa, dentro de um conceito de comunicação. Mantenha as cores uniformes e defina estilos para o texto, títulos, subtítulos, notas de rodapé e imagens. A não ser que o mote do folder seja algo sobre o Carnaval ou algo direcionado ao universo infantil, não use várias fontes em várias cores diferentes contrastando com fundos berrantes. Escolha uma família de fonte e siga com ela até o fim. Se o folder tiver muito conteúdo será mais interessante escolher uma família de fontes que consiga o melhor aproveitamento possível para a leitura em fontes tamanho 10, 11 ou 12.

6. Fotos, imagens e ilustrações

As pessoas ficam aborrecidas de ler textos muito compridos, blocados, sem recursos visuais. Sempre que possível utilize gráficos, planilhas, infográficos, desenhos e fotos para explicar uma ideia. Uma imagem vale mais do que mil palavras. Só tome cuidado para não ficar exagerado.

Fotos e imagens em bitmap precisam ter 300dpi na resolução final, em seu tamanho real no material, e o modo de cor precisa ser CMYK. Para o melhor resultado, todo o tratamento de imagem deve ser feito em programa específico. O Photoshop ainda é a melhor opção. Deixe o Corel Draw, InDesign e Illustrator para a diagramação.

7. Revisão

Nunca mande um arquivo para a impressão final em gráfica sem uma prova impressa em tamanho real. Por mais que na sua tela tudo pareça estar lindo a prova de impressão sempre revela problemas no arquivo. Pode ser que a cor da fonte fique muito fraca, que a textura que você criou para o fundo fique muito forte ou marcada e que você ainda encontre erros ortográficos. Corrija tudo e faça uma nova prova de impressão.

8. Impressão

Escolha uma gráfica com um bom portfolio de materiais impressos. Avalie os folders, folhetos e demais materiais observando cores, acabamentos e se há erros de registro. Não há exigência de tiragem mínima para folders, mas o ideal é não imprimir menos do que 300 unidades em função dos custos de calibragem de impressão. Para o orçamento compare as quantidades. Peça para ver valores para 500, 1.000 e 2.000 unidades, por exemplo.

Conheça o portfólio de folders da Conceito Ideal. Solicite um orçamento.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Contate-nos

Conceito Ideal

Agência de Criação e Design e
Desenvolvimento de Sites 

Fone +55 41 3076-2123
conceitoideal@conceitoideal.com.br
Av. República Argentina, 919 Sala 4
Água Verde - Curitiba - PR

Adicione-me ao Skype

 

Mídias Sociais

Nossa página no Facebook Nossos videos no Youtube Siga-nos no Twitter